SETEMBRO l 2005 l AVALIAÇÃO MECÂNICA ONLINE l
Siena Flex é boa opção para rodar na cidade
A Fiat mais uma vez saiu na frente e disponibilizou para a Equipe da Mecânica Online avaliar o Siena Fire Flex com motor 1.0 linha 2006. Um modelo de entrada que até mesmo pode ser chamado como popular de luxo que oferece confiança, economia e bom espaço interno.

                 Com a facilidade de abastecer o modelo tanto com álcool, gasolina ou qualquer mistura entre os dois, resolvemos levar o modelo para brincar o São João na cidade de Gravatá, em Pernambuco, um dos mais recentes destaques da cena local na festividade junina, e dessa forma, avaliarmos por completo em todas as situações.

Como a primeira impressão é a que fica, o visual é o mesmo da antiga versão do Siena, o que muitos nem vão perceber pois o design que foi desenhado por Giorgetto Giugiaro, um dos melhores designers de automóveis do mundo, ainda é atual e elegante, ao mesmo tempo que é discreto. O modelo inicialmente pode não chamar muita atenção, mas ele se destaca no mar dos carros com motores de até mil cilindradas por parecer mais caro do que custa.

O acabamento interno também remete a versão anterior, mas o Siena mantém a boa ergonomia em relação ao acesso aos comandos. O painel é bonito e trabalhado, valorizando ainda mais o interior que também oferece porta-objetos nas portas, amplo porta-luva (apesar da versão avaliada ser equipada com airbags), novos encostos de cabeça e portas totalmente revestidas de tecido.

Durante o percurso de avaliação foi possível conferirmos ao certo às distâncias percorridas, pois o Siena ganhou a opção de hodômetro parcial que é utilizado de forma alternada com o hodômetro total. A luz de fundo do painel de instrumentos é a mesma na tonalidade vermelha.

Talvez a maior vantagem do Siena seja o tamanho do porta-malas. Ele acomoda ali 500 litros de bagagem, sendo portanto um dos maiores do mercado. Mas é bom avisar que essa carga não deve pesar muito. A capacidade de carga do Siena Flex com passageiro e tudo é de 400kg. E carregado desse jeito o desempenho, que já não é uma maravilha, cai sensivelmente.

E por falarmos em desempenho, o motor bicombustível é semelhante ao da versão 1.0 anterior, a gasolina. Seus 65 cavalos (a gasolina) ou 66 cavalos (a álcool) de potência não foram feitos para grandes arrancadas, mas não decepcionam no ciclo urbano. Na estrada, recomenda-se cautela nas ultrapassagens. O Siena é mais pesado que seus “primos” Mille e Palio. Seus 1.035 kg exigem mais da motorização, principalmente em aclives.

Segundo a montadora, o veículo atinge 154 km/h com gasolina e 155 km/h usando álcool. O motor tem baixo nível de ruído, mesmo em alta rotação. O câmbio de cinco marchas mais a ré é macio e preciso, o que contribui para uma boa dirigibilidade. O volante forrado de espuma tem boa empunhadura. O banco do motorista com regulagem de altura garante um bom ajuste na posição de dirigir.

Galeria de fotos
slideshow

Do lado de fora, o sedã da Fiat ganhou retrovisores novos e a inscrição Flex na traseira. O modelo também recebeu vidro traseiro térmico temporizado de série e os cintos podem ser regulados na altura. O preço de tabela do Siena 1.0 Flex, sem opcionais, é R$ 26.330. Com todos os opcionais possíveis (incluindo freios ABS, airbags dianteiros, ar-condicionado e direção hidráulica), o modelo custa R$ 38.201. O pacote que acrescenta ar-condicionado, vidros elétricos dianteiros e travas elétricas custa R$ 4 262 a mais. Direção hidráulica, R$ 1 534.

Nem adianta forçar muito, o Siena tem desempenho bastante comedido. Para quem dirige a maior parte do tempo sozinho, ele vai bem, sem arroubos de esportividade. Mas carregado ele sente bastante. Debaixo do capô temos um 1.0 bicombustível que desenvolve 66cv (a 6 000rpm) com álcool no tanque e 65cv com gasolina.

Segundo a Fiat, com esse motor ele acelera de 0 a 100km/h em sonolentos 17,1 segundos, com velocidade máxima de 155km/h,sempre com álcool, combustível que lhe dá melhor performance.

Para se ter uma idéia de quanto isso é pouco, um Mille com esse mesmo motor acelera de 0 a 100km/h em 14,2 segundos e um Chevrolet Celta (que é mais leve e tem 70cv), em 13,5 segundos. Culpa do peso do carro, um Siena pesa 1020kg, o que lhe dá uma relação peso/potência não muito generosa: cada cavalo tem que transportar cerca de 15,4kg.

Se desempenho não é seu forte, o bolso no entanto continua agradecendo. Se abastecido somente com gasolina ele faz, segundo a montadora, 13 km/litro

FICHA TÉCNICA
FIAT SIENA 1.0 FIRE FLEX
Motor: quatro cilindros em linha, 999,1cm3, bicombustível, duas válvulas por cilindro
Potência: 66cv a 6 000rpm (álcool)
Torque: 9,2kgfm a 2 500rpm (álcool)
Cambio: manual, 5 velocidades
0 a 100 km/h: 17,1 segundos
Velocidade máxima: 155km/h

na cidade e 17,2 km/litro na estrada. Apenas com álcool, faz cerca de 9,2 km/litro na cidade e 12,8 km/litro na estrada. O que significa que com tanque cheio ele tem uma autonomia mínima de 440km (com álcool só rodando na cidade) e uma máxima de 825km (com gasolina na estrada), dá para ir de São Paulo a Florianópolis sem abastecer.

Em tempo, em alguns países como a Turquia e a Romênia o Siena recebe o nome de Albea. Tem a mesma frente do Siena Flex, mas a traseira é diferente. É cerca de 7,3cm maior em comprimento e tem motor de 1,25 litro que desenvolve 80cv, o mesmo motor que equipa o Siena básico argentino.

A O V O L A N T E
Direção 8
Suspensão 9

Considerando a categoria popular de luxo, o Siena está muito bem situado. A dirigibilidade é boa e segura, assim como as facilidades nas manobras com a direção hidráulica. A suspensão, considerando o peso do veículo, está muito bem dimensionada para amortecer.

 

V I D A A B O R D O
Conforto motorista 7
Conforto passageiro 7
Nível de ruído 8
Equipamentos 7

O motorista encontra no Siena a boa ergonomia que já é referência no modelo, além de um painel trabalhado e mais bonito. Os equipamentos de série realmente apenas os essenciais. Internamente o nível de ruído é considerado baixo em sua categoria.

C A R R O C E R I A
Arq. Interna 10
Acabamento 10
Porta Malas 10

Vale sempre lembrar que nossa avaliação está na categoria e dessa forma o Siena ganha destaque na organização e disposição interna dos seus instrumentos e equipamentos. Externamente, apesar de modelo apresentar o designer de uma geração anterior, ainda torna-se elegante e discreto.O acabamento que foi melhorado reforçou o charme que o Siena carrega em sua categoria e o grande trunfo é o porta-malas, considerado um dos maiores em sua categoria.

M O T O R & T R A N S M I S S Ã O
Aceleração 6
Velocidade máxima 7
Câmbio 7

Com a marca de 17,1 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h e velocidade máxima de 155 km/h, sempre com álcool, combustível que permite melhor performance, o Siena parece que ficou pesado para o motor. Para se ter uma idéia de quanto isso é pouco, um Mille com esse mesmo motor acelera de 0 a 100 km/h em 14,2 segundos e um Chevrolet Celta (que é mais leve e tem 70cv), em 13,5 segundos. Tudo ficou comprometido pelo peso do carro, um Siena pesa 1 020kg, o que lhe dá uma relação peso/potência não muito generosa: cada cavalo tem que transportar cerca de 15,4kg.

S E G U R A N Ç A
Retomada 6
Frenagem 6
Visibilidade 8

Para uso urbano o Siena cumpre bem seu papel. Na estrada, se não muito carregado, também. Mas o desempenho do motor não oferece segurança em ultrapassagens com o carro carregado. Discos ventilados na frente, tambor na traseira e barras de proteção laterais. Air- bag e ABS são opcionais, mas estão disponíveis.

Pena que o quinto passageiro não conte com cinto de segurança de três pontos e os freios traseiros ainda sejam a tambor. Ao pisar no pedal o freio responde rapidamente e as retomadas acontecem de forma progressiva, ou seja, o modelo permite que o motorista prepare e faça a ultrapassagem com segurança.

M E R C A D O
Custo/benefício 8

Em sua categoria é um dos modelos que melhor oferece essa relação. Possue um preço bastante competitivo para o que o modelo aparenta ser, ou seja, é sempre considerado um modelo mais sofisticado e elegante, o que indicaria preço mais alto, o que não acontece.

 

C O N C L U S Ã O
Para quem dirige a maior parte do tempo sozinho, ele vai bem, sem exageros de esportividade. Mas carregado ele sente bastante. Debaixo do capô temos um 1.0 bicombustível que desenvolve 66cv (a 6 000rpm) com álcool no tanque e 65cv com gasolina. Considerando o que o modelo oferece e sua posição no mercado, o Siena é um dos mais baratos em sua categoria, com o diferencial do amplo volume no porta-malas.

Ficou faltando apenas aquela pimentinha para o motor render um pouco mais, mas ao mesmo tempo a economia no consumo de combustível fica em um bom nível: se abastecido somente com gasolina ele faz, segundo a montadora, 13 km/litro na cidade e 17,2 km/litro na estrada. Apenas com álcool, faz cerca de 9,2 km/litro na cidade e 12,8 km/litro na estrada. O que significa que com tanque cheio ele tem uma autonomia mínima de 440km (com álcool só rodando na cidade) e uma máxima de 825km (com gasolina na estrada).

Avaliação l Tarcisio Dias
Fotos l Tarcisio Dias - Inailza Alves - Airton Maciel

Fiat Siena 1.0 Fire Flex cedido pela Fiat do Brasil
Apoio: Concessionária Italiana - Carlos Alberto e Paula Sabino
Regional Fiat - Marcos Nadaline e Fábio Nilo

Siena passou o São João em Gravatá
Conhecida como uma das principais estações de férias de Pernambuco, Gravatá esquentou o friozinho do mês de junho com uma programação junina bastante diversificada e atraente. Shows, apresentações de grupos folclóricos e quadrilhas, cavalgadas e caminhadas fizeram parte do calendário de São João do município.

Como se não bastasse a famosa réplica do Cristo Redentor e o cenário bucólico das fazendas e dos haras contracenando com os chalés em estilo alpino, a 'Cidade dos Morangos' reservou aos visitantes atividades excêntricas, como a 'Tenda de Adivinhações do Brasil', onde eram encontradas simpatias, cartomantes e toda a sorte de ritos que povoam as tradições populares do período.

A exemplo do que acontece durante a tradicional Festa do Morango e do Circuito de Vaquejada, um grande palco foi montado no Pátio de Eventos para os shows musicais, realizados sempre à noite.

Veja também:
Palio 1.0 Fire Flex l Siena 1.0 Fire Flex l Palio 1.4 Fire Flex

http://www.mecanicaonline.com.br capa capa créditos imprimir adicione aos favoritos fale conosco fale conosco