Captiva Sport Ecotec Captiva Sport Ecotec Captiva Sport Ecotec Captiva Sport Ecotec Captiva Sport Ecotec Captiva Sport Ecotec Captiva Sport Ecotec Captiva Sport Ecotec

2009 | EDIÇÃO 110 | FEVEREIRO | RODANDO | CONHEÇA A REVISTA MULTIMÍDIA MECÂNICA ONLINE
Chevrolet Captiva reduz potência e preço com nova versão
Motor da família Ecotec tem quatro cilindros, 2.4 litros, 16 válvulas e 171 cavalos de potência. Preço anunciado no lançamento foi de R$ 86.990,00

Reportagem | Tarcisio Dias
INDAIATUBA (SP)

               O Chevrolet Captiva Sport é um dos modelos que mais rapidamente conquistou a preferência dos consumidores brasileiros. Para você ter ideia, foram mais de 4700 unidades vendidas em apenas 3 meses, num potencial mercado de SUV´s médios que teve crescimento de 68,8% nos emplacamentos em 2008.

Apesar do sucesso da versão V6, a Chevrolet não perde tempo e passa a oferecer no Brasil, a partir desse mês de fevereiro de 2009, o Captiva Sport Ecotec. Uma nova versão do seu utilitário-esportivo com nova motorização e pequenas mudanças. “O consumidor brasileiro, que já se apaixonou pelo Chevrolet Captiva Sport, tem agora mais uma alternativa. A chegada de mais esta versão comprova a confiança da General Motors do Brasil no mercado, que continua apostando em novos e modernos produtos, com motores cada vez menos poluentes e mais eficientes, como este da família Ecotec, que equipa esta versão do modelo mundialmente”, ressalta Jaime Ardila, presidente da General Motors do Brasil e Mercosul.

Disponível agora com motorização Ecotec, de 2.4 litros 16V VVT, que desenvolve 171 cv de potência e transmissão automática - com Active Select (sequencial) -, a nova versão traz moderna tecnologia em termos de equipamentos de série e as mesmas linhas atraentes e harmoniosas do Captiva Sport V6, numa faixa de preço extremamente competitiva.

Captiva Ecotec

O novo modelo conta com personalidade própria reforçando o estilo esportivo e aventureiro. Os grandes faróis de superfície complexa e com desenho atraente, a grade frontal com detalhes cromados, faróis de neblina, saídas de ar nas laterais, rodas de alumínio com aro de 17 polegadas e rack no teto são alguns destaques do design do modelo.

Em relação à versão Sport V6, a Ecotec possui algumas diferenças externas: os parachoques são bicolores com a cor do veículo e na cor Antracite, assim como as molduras das soleiras, o que lhe atribui um visual ainda mais agressivo e o escapamento que passa a ser único (uma saída). Também são Antracite as maçanetas das portas.

O Chevrolet Captiva Ecotec possui a linha de cintura lateral elevada e vincos laterais que conferem harmonia a todo o conjunto. Existem ainda no modelo filetes cromados que contornam os vidros laterais, os retrovisores externos e a tampa do porta-malas. As cores disponíveis para o Chevrolet Captiva Ecotec no Brasil são: prata Quicksilver, cinza Techno, azul Imperial e preto Onix.

“A receita de sucesso é a mesma: um veículo feito para pessoas exigentes, que buscam um design diferenciado, conforto e segurança. O consumidor do Chevrolet Captiva Ecotec tem certeza de que estará levando para casa um modelo campeão, que conquistou sete prêmios no ano passado, com apenas quatro meses de vendas no Brasil”, observa José Carlos Pinheiro Neto, vice-presidente da General Motors do Brasil.

Mecânica Online - A principal novidade é o inédito motor da família Ecotec, um motor global que já equipa outros veículos da marca no mundo, tais como os modelos Saturn Aura, Pontiac G6, Chevrolet HHR, Pontiac Solstice, Saturn Sky, Chevrolet Malibu e o Saturn VUE, nome dado ao Captiva nos Estados Unidos.

A primeira aplicação do motor Ecotec 2.4 litros foi no Chevrolet Cobalt, mas a família de motores Ecotec teve sua primeira aplicação em 2000, na versão 2.2 litros, no Saturn L Series. Em 2001, passou a equipar diversos modelos europeus e norte-americanos da General Motors.

O Ecotec é um motor do tipo DOHC (Dual Overhead Camshaft) a gasolina de 2.384 cc de cilindrada 16V, de quatro cilindros, que desenvolve 171 cavalos de potência a 6.200 rpm, e tem um torque de 22,2 kgfm a 5.100 rpm.

A presença do alumínio neste propulsor - cabeçote, bloco e cárter - resultam em menos peso e ruídos, além de um projeto compacto. Para melhorar a eficiência o coletor de admissão é plástico e o comando de válvulas variável, otimizando a entrada de ar/combustível e o melhor regime de rotação e funcionamento do motor.

A área de engenharia também considerou a maior ocorrência de vibração e ruídos nos motores de quatro cilindros e introduziu o que há de mais atual em tecnologia para evitar essas pertubações utilizando dois eixos balanceadores laterais internos ao bloco (balanceadores de massa). Essa novidade resulta num propulsor mais silencioso e baixos níveis de vibração.

“A escolha do motor a ser utilizado em cada aplicação está diretamente ligado à capacidade produtiva e à demanda de cada planta e à logística envolvida”, explica Adhemar Nicolini, diretor geral da GM Powertrain LAAM, região que engloba a América Latina, África e Oriente Médio.

Desenvolvido para atender os requisitos e condições dos mais variados mercados, o motor Ecotec possui injetores em aço inox, vedadores, mangueiras, válvulas e assentos de válvulas em materiais especiais, velas com durabilidade de 80.000 quilômetros, além de monitoramento eletrônico do óleo do motor, que utiliza algoritmos para determinar o melhor momento de troca em função das condições de uso.

Captiva Ecotec

Transmissão Active Select adapta-se à necessidade do motorista - O Chevrolet Captiva Sport Ecotec está equipado com transmissão automática de quatro velocidades, com opção Active Select (sequencial). Sua calibração permite que se adapte a uma grande variedade de tipos de condução, ou seja, a transmissão se ajusta facilmente à necessidade do motorista.

Conforme a opção do motorista, o sistema pode funcionar como um câmbio automático normal, com as posições “P” (Parking/estacionar), “R” (Reverse/marcha à ré), “N” (Neutral/ponto morto) e “D” (Drive/dirigir), ou no modo “manual”. Nesta situação, o motorista, por meio de um botão localizado na manopla do câmbio, aumenta as marchas para frente (+) e as reduz dando toques para trás (-), de modo sequencial.

Segurança é item de série neste utilitário-esportivo - O Chevrolet Captiva Ecotec possui uma extensa lista de equipamentos quando o assunto é segurança, seja preventiva ou passiva. Um dos mais importantes chama-se ESP (Electronic Stability Program), que administra outros sistemas igualmente avançados, tais como o ABS (Anti-lock Braking System) e o TCS (Traction Controle System).

Portanto, o ESP ou controle de estabilidade é o sistema de segurança ativa destinado a gerenciar o desempenho dinâmico do veículo, utilizando os recursos ABS e TCS, para corrigir eventuais perdas de estabilidade, sem a intervenção do motorista.

Entre os sistemas controlados pelo ESP está o ABS, que impede o travamento das rodas, possibilitando melhores frenagens. Faz parte ainda do sistema o TCS ou controle de tração, dispositivo que melhora a dirigibilidade, cujo papel é evitar que as rodas deslizem durante uma aceleração brusca. Ele melhora a estabilidade do veículo em situações críticas, como trafegar sobre pisos escorregadios ou realizar curvas sinuosas em velocidades mais altas. O controle de tração possui um processador central, que monitora a aderência dos pneus, por meio de sensores instalados nas rodas, e avalia se há risco de os pneus girarem em falso.

A localização do tanque de combustível – entre os eixos do veículo – também é fundamental para garantir segurança aos ocupantes do utilitário-esportivo da Chevrolet.

Também favorecem a segurança do motorista e passageiros os seis airbags – dois frontais, dois laterais e dois do tipo cortina (para proteção da cabeça no caso de impacto lateral), os cintos de segurança com pré-tensionadores e os apoios de cabeça dianteiros ativos que se movimentam para frente do veículo no caso de colisão traseira, de modo a aliviar o impacto no pescoço dos ocupantes.

Outro dispositivo de segurança importante no Chevrolet Captiva Ecotec é o monitoramento da pressão dos pneus, que observa a pressão dos quatro pneus em tempo real e avisa o motorista por meio de um sinal luminoso no painel de instrumentos. Além disso, a pressão de cada um dos pneus pode ser visualizada através do computador de bordo. Portanto, sensores localizados nos pneus “avisam” situações, por exemplo, de quando eles estão descalibrados. Esta tecnologia permite assegurar as melhores condições de rodagem ao detectar qualquer anomalia na calibragem que poderia afetar o desempenho do pneu e influenciar no consumo e segurança do veículo.

Outros itens de segurança que equipam o Chevrolet Captiva Ecotec são o sensor de presença do passageiro da frente, que aciona (ou não) o airbag dianteiro para o passageiro, o alarme antifurto e o sistema Isofix, que permite a correta e segura fixação de cadeiras para crianças.

Galeria de fotos Mecânica Online - Captiva Sport Ecotec

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Com o mouse é possível mudar de posição o controle de mudanças das fotos

Interior do modelo utiliza materiais ‘Premium’ - Belo por fora, mais bonito ainda por dentro. Assim é o Chevrolet Captiva Ecotec, disponível no Brasil apenas na configuração FWD (Front Wheel Drive). Internamente, ele possui materiais ‘Premium’ e com acabamentos e arremates precisos em tecidos de elevada qualidade e fino acabamento.

Os designers da GM optaram, em todo o habitáculo do Chevrolet Captiva Ecotec, por cores mais claras para garantir maior sensação de bem-estar. Os assentos dianteiros são anatômicos, sendo que o banco do motorista possui ajuste manual lombar e de altura, e o do passageiro da frente pode ser dobrável em até 180 graus, trazendo mais flexibilidade.

Já o assento traseiro – com descansa-braço ao centro – também pode ser rebatido em 180 graus, o que facilita o acesso ao porta-malas e o transporte de objetos maiores. Seu porta-malas é amplo, com 821 litros de capacidade, podendo chegar a 1.586 litros com os bancos traseiros rebatidos.

No utilitário-esportivo da Chevrolet a conveniência a bordo também é um ponto forte. O console central tem dois compartimentos distintos; e há ainda dois porta-copos dianteiros e dois traseiros e porta-moedas, amplo porta-luvas com iluminação e redes porta-objetos atrás dos bancos e do lado do console central (passageiro), além de diversos outros porta-objetos.

Vários Acessórios Chevrolet estão disponíveis para o modelo - Vários itens genuínos de acessórios Chevrolet também estão presentes no Captiva Ecotec, como as rodas de alumínio 17 polegadas cromadas e de design esportivo; e as maçanetas externas, também cromadas, e que, a exemplo das rodas, sofistica ainda mais a aparência do veículo.

Dentre os demais acessórios de fábrica desenvolvidos para o Chevrolet Captiva Ecotec há duas redes, com diversas variações de posição, o que facilita o transporte de objetos menores e flexibiliza a organização dos volumes no porta-malas.

Também estão à disposição da versão Ecotec, já existentes na V6, o sensor de estacionamento (pode ser usado no engate traseiro), adesivos refletivos (adverte sobre o movimento de abertura das portas), protetor de soleira das portas dianteiras (produzido em alumínio), estribos laterais cromados.

São oferecidas ainda barras transversais de teto (complementam a funcionalidade do rack e permitem várias configurações do suporte), compartimento isotérmico (aquece ou refrigera bebidas e alimentos), suporte tipo cabide (atrás do encosto de cabeça do banco dianteiro) e sistema de navegação GPS com 1.004 municípios brasileiros mapeados (lista de locais interessantes) e reprodução de fotos, áudio e vídeo em formato MP3 e JPEG.

Chevrolet espera aumentar ainda mais a participação no segmento - A Chevrolet espera aumentar ainda mais sua presença no segmento dos utilitários-esportivos de luxo, após o lançamento do Chevrolet Captiva Sport Ecotec. O Captiva Sport, equipado com motor 3.6 litros V6, é sucesso de vendas desde que chegou ao mercado, em setembro de 2008, com 4.796 unidades emplacadas acumuladas até o último dia 31 de dezembro de 2008. No segmento dos utilitários-esportivos de médio porte o Captiva liderou o mercado brasileiro nos meses de novembro e dezembro de 2008.

Inicialmente a área de marketing da GM prevê um mix de 50% das vendas totais do modelo no Brasil para a nova configuração Ecotec e de 50% para as outras duas configurações V6. Com isso, a linha Captiva no Brasil com certeza manterá o sucesso já obtido no Brasil, atingindo um maior número de consumidores, que buscam mais sofisticação, refinamento e agressividade.

Marcos Munhoz, diretor geral de Marketing e Vendas da GM do Brasil, acredita que o Chevrolet Captiva Ecotec vai obter o mesmo sucesso de vendas do Captiva Sport V6. “O mercado de utilitários-esportivos cresceu 26% em 2008 (175.737 unidades), em relação a 2007 (139.449 unidades) e esta nova versão do nosso utilitário-esportivo vai participar com uma importante fatia”, acrescenta o executivo.

Segundo ele, o Captiva Ecotec possui características técnicas superiores a dos concorrentes e ainda com a vantagem de ter um excelente custo-benefício, o que deve atrair uma nova gama de consumidores. “Tecnologia, segurança e conteúdo diferenciado são, com certeza, os itens de série de qualquer versão do Chevrolet Captiva”, destaca Munhoz.

No Brasil, o mercado de utilitários-esportivos foi descoberto pelos consumidores provenientes de outros segmentos, como os de sedãs médios grandes e wagons.

Matéria em vídeo Mecânica Online

(*) Repórter viajou a convite da Chevrolet do Brasil

http://www.mecanicaonline.com.br capa capa créditos imprimir adicione aos favoritos fale conosco fale conosco